Projeto Literário - Cidade da Aurélia


 

“Contar a história é uma viagem única para cada pessoa.” (Olívia Jordão)

Já muito se disse de quanto a escola tem representado, para a maioria das crianças, a única oportunidade de contato com obras literárias, uma vez que a história de leitura deles, dos alunos, revela, quando muito, opção por outros textos que não os literários.

E aqui pode se ratificar uma função que não é exclusiva, mas que é especifica da escola, qual seja a de dar oportunidade às crianças de estabelecer relação íntima e prazerosa com o mundo das produções literárias.

Oportunizar essa convivência com os livros, esse desvendamento do mundo literário constitui um dos objetivos da escola. Daí porque se pensa ser a literatura um dos componentes importantes do currículo escolar e deste projeto.

Em uma cidade cinzenta, repleta de moradores sombrios, onde até as crianças brincam em silêncio, Aurélia se destaca por gostar do sol e conseguir ver cores em todas as situações de sua vida.

O livro de Olíva Jordão propicia às crianças um encantamento, uma viagem a um local distante e uma proximidade com a personagem que ama crianças e junto com elas colore o mundo a sua volta.

Em linguagem simples, porém poética, nos convida ao sol interior, ao olhar otimista, ao sentimento da pureza infantil que contagia.


Um livro alegre e colorido que nos instiga a colorir também nossas vidas…

 

Uma história que nos faz refletir sobre quem somos nós, onde vivemos, o quais marcas deixamos em nossa comunidade?

A partir da Cidade de Aurélia um rico projeto transdisciplinar foi desenvolvido no Colégio Reiki localizado em Cidade Kemel, São Paulo – SP - através da coordenação da Professoras Sandrylla Liberato de Sousa e Sharon Rodrigues.

Dentre os principais objetivos destacamos:

  • Criar o comportamento leitor, através do hábito e do prazer de ler;
  • Ampliar o repertório de histórias e o conhecimento do mundo;
  • Propiciar a expressão oral através de conversas realizadas sobre o que foi lido;
  • Criar um clima inspirador e íntimo a partir da história e sua personagem;
  • Promover a aprendizagem e o conhecimento diverso por meio da sequencia de atividades e/ou projeto realizado a partir do livro.

Dentre as atividades propostas destacamos:

Lingua Portuguesa – A literatura é uma arma poderosa. Através da contação ou da leitura da história a criança adquire saber, amplia sua visão de mundo, enriquece o vocabulário, desperta sua sensibilidade, criatividade e aprende a escrever com mais facilidade. Além de ingressar em um mundo de fantasias a ser descoberto, a história diverte, faz sonhar, suscita dúvidas e apresenta novas emoções.

Matemática – A partir do livro oportunizar o prazer de decifrar enigmas, encontrar soluções, fazer descobertas, investigar, formular perguntas, estabelecendo uma atitude curiosa. A partir daí é relacionar aos problemas matemáticos como mistérios a serem revelados.

Educação Ambiental – Foi possível ao explorar o livro despertar os alunos através da emoção e afetividade, assim como da experiência, para o sentimento de pertença sobre a nossa relação com tudo que nos cerca. A natureza é mistério constantemente se expondo e os seres humanos convivem com o eterno mistério da vida. A história propicia um amplo trabalho sobre o prazer de viver e a realização da vida através das simples atitudes cotidianas.

Geografia – Clima, localização, população e as diferentes profissões são alguns aspectos relevantes do livro que foram abordados para enriquecer o projeto.

Filosofia – A partir da personagem Aurélia é possível estabelecer diálogos e questionamentos sobre autoconceito, autoimagem e autoestima.

Autoconceito – Se refere a uma percepção ativa do íntimo. O que penso de mim mesmo? Como me percebo e me conheço? Quem sou eu?

Autoimagem – É o rosto da personalidade, o retrato. A própria “fotografia” que pode ser instantânea em preto e branco ou retocada e colorida, dependendo da dimensão afetiva que se lhe empreste.

Autoestima – O que cada um pensa sobre si mesmo resulta em uma imagem que pode ser estimada ou não.

Artes – O livro em si é um grande convite ao colorido, ao artístico, ao criar. Reproduzir a cidade da Aurélia, a própria em forma de fantoche, ou simplesmente desenhar como enxergamos a história e o que ela representou ao íntimo de cada um.

Encerramento com presença da autora

A culminância do projeto aconteceu com a presença da autora que foi recebida em clima de festa, com cenário produzido baseado no livro para que ela pudesse autografar e contar outras histórias, além de responder as dúvidas das crianças.

A boneca que representa Aurélia passou por todas as mãos ávidas por acarinhá-la. E assim, a partir de uma história tantos assuntos surgiram, de forma lúdica e divertida, leve e colorida, resgatando valores e sentimentos positivos como: solidariedade, amizade e amor por tudo e por todos com os quais convivemos.

 

Leve este projeto também para sua escola!
Informações através do e-mail da autora: oliviajordao@gmail.com



Matéria escrita por Paty Fonte com base no livro de Olívia Jordão.
Olívia Jordão: Escritora, Contadores de Histórias, Poetisa.
Colégio Reiki - https://www.facebook.com/Col%C3%A9gio-Reiki-636397486395689/?fref=ts

 

 


 

 

 

 

 

blog comments powered by Disqus