Projeto Cidadania Urgente - Um compromisso com a sociedade brasileira


 

Paty Fonte

Justificativa:
Educar é acender a luz da cidadania, ampliando nos alunos a visão da realidade e dando-lhes condições de influenciar na trajetória do País, para construir melhores dias para toda a sociedade.

“Há homens que lutam um dia e são bons, há outros que lutam um ano e são melhores, há os que lutam muitos anos e são muito bons. Mas há os que lutam toda a vida e estes são imprescindíveis.” (Bertolt Brecht)

O projeto Cidadania Urgente pretende resgatar o sentido da cidadania entre os alunos, para que eles a percebam como fruto do trabalho, uma conquista de cada dia que depende da participação daqueles que são os maiores interessados: Os cidadãos.

É preciso lembrar que a construção da cidadania pressupõe compromisso social.

 

Diante da violência, da corrupção, da miséria social e educacional que assolam o País, é importante lembrar que a escola, como representação do cotidiano em permanente transformação, deve criar condições efetivas de uma participação marcante de alunos e educadores no processo de construção da sociedade brasileira mais justa e mais digna. Portanto, a reflexão sobre cidadania será direcionada para importantes aspectos da vida em sociedade. O trabalho deve ser integrado com as demais áreas de estudo tendo por ideia básica o slogan “Cidadão é indivíduo socialmente útil e necessário”.

“A cidadania não é feita só de lutas políticas e muito menos só de direitos. Há deveres a cumprir, erros a corrigir em todos os aspectos da vida social, e isto é responsabilidade de cada um de nós.
Ela é fruto de um trabalho, é uma conquista de cada dia, tem que ser renovada, discutida, ampliada e melhorada a cada instante, com a participação daqueles que são os maiores interessados: nós, os cidadãos.
Só depende de nós. Cada cidadão é a semente de um novo tempo.”
(Adaptação do texto: Nacionalidade e Cidadania – André Carvalho e Sebastião Martins)

Nos projetos não existe pressão para os alunos competirem pelas notas mais altas, mas motivação, estímulo pela comunicação genuína com os outros sobre o que descobriram e sobre como podem apresentar e compartilhar a informação.

A visão da Pedagogia de Projetos está interligada a visão de Escola Cidadã proposta por Freire:

“A Escola Cidadã, então, é a escola que viabiliza a cidadania de quem está nela e de quem vem a ela. Ela não pode ser uma escola cidadã em si e para si. Ela é cidadã na medida em que se exercita na construção da cidadania de quem usa o seu espaço. A Escola Cidadã é uma escola coerente com a liberdade que, brigando para ser ela mesma, luta para que os educandos-educadores também sejam eles mesmos. E como ninguém pode ser só, a Escola Cidadã é uma escola de comunidade, de companheirismo. É uma escola que não pode ser jamais licenciosa nem jamais autoritária. É uma escola que vive a experiência tensa da democracia. ”
(PAULO FREIRE, março de 1997. In: PADILHA, Paulo R. Padilha, 2001:61; segunda orelha) 

Decretado pela Unesco, 2016 é o Ano Internacional do Entendimento Global. O tema pressupõe Educar para a Cidadania conforme consta em seu documento original:

“Alcançar a educação de qualidade para todos e a aprendizagem permanente ao longo de toda a vida; mobilizar o conhecimento científico e as políticas relativas à Ciência com vistas ao desenvolvimento sustentável; enfrentar e resolver os novos problemas éticos e sociais; construir sociedades do conhecimento inclusivas e integradoras com o apoio da informação e da comunicação.”

Objetivos
Criar condições:

  • Para que o aluno possa entender, de forma crítica, a realidade social em que vive;
  • Para a sensibilização de educandos e educadores sobre a importância de uma escala de valores compatível com a dignidade humana;
  • Para que a comunidade escolar possa perceber a necessidade de trabalhar por uma vida que haja mais igualdade de oportunidades.

Nossas metas:

  • Educar para a vida e formar seres pensantes;
  • Discutir problemas sociais e buscar soluções;
  • Transformar a vida de muitas crianças através da Literatura e Educação.

Desenvolvimento / Propostas de Atividades

Através de projetos de leitura bem estruturados, abordar temas que estão em voga e atingem a Sociedade, como:

  • Vírus H1N1 surge antes da hora e chega mais violento este ano no Brasil.Já foram 46 mortes, 10 a mais do que no ano passado inteiro.  Número de casos mais do que dobrou e já atinge seis estados.

A melhor prevenção é realizada através do cuidado com saúde e higiene.

Nas classes de Educação Infantil desenvolver o projeto baseado no livro: Higiene e saúde bucal: atitudes saudáveis para uma vida melhor.

  • Estamos diante de uma epidemia de microcefalia no país, relacionada ao vírus zika, transmitido pelo mosquito "Aedes Aegypti". A forma mais eficiente para combater o zika, e outras doenças como a dengue e a febre chikungunya é eliminar os focos do mosquito, transmissor destas doenças.

Nas classes do  Ensino Fundamental I desenvolver o projeto baseado no livro: Combate à dengue. Você também pode colaborar. 

  • A Lei 13.185/2015 que obriga escolas e clubes a adotarem medidas de prevenção e combate o bullying entrou em vigor. A mesma determina que seja feita a capacitação de docentes e equipes pedagógicas para implementar ações de prevenção e solução do problema, assim como a orientação de pais e familiares, para identificar vítimas e agressores.

Nas classes do Ensino Fundamental II desenvolver projeto baseado no livro: Violência nas escolas – Bullying: este comportamento não pode existir entre nós.

  • Os usuários regulares de crack e/ou de formas similares de cocaína fumada (pasta-base, merla e oxi) somam em média 370 mil pessoas nas 26 capitais brasileiras e no Distrito Federal. Considerada uma população oculta e de difícil acesso, ela representa 35% do total de consumidores de drogas ilícitas, com exceção da maconha, nesses municípios, estimado em 1 milhão de brasileiros. A constatação está no estudo Estimativa do número de usuários de crack e/ou similares nas capitais do país, divulgado pelos ministérios da Justiça e da Saúde.

Nas classes do Ensino Médio desenvolver projeto baseado nos livros: Crack: o caminho da vida não passa por esta pedra e Álcool e drogas. Fique fora!

OUTROS TEMAS INTERESSANTES:

  • Ambientais: lixo, água, Mata Atlântica
  • Alimentação Saudável
  • Pedofilia
  • Se ligue na internet
  • Consumo Infantil
  • Trânsito
  • Esporte

 

O Projeto Cidadania Urgente pode ser desenvolvido com base na adoção dos livros, neste caso a escola receberá auxílio para o pleno desenvolvimento dos mesmos.

Conheça os livros da Editora Cidadania: www.editoracidadania.com.br

 


Paty FontePaty Fonte (Patricia Lopes da Fonte)

Educadora especialista em pedagogia de projetos, escritora, autora dos livros “Projetos Pedagógicos Dinâmicos: a paixão de educar e o desafio de inovar” e "Pedagogia de Projetos - Ano letivo sem mesmice", ambos publicados pela editora WAK; autora e tutora de cursos presenciais e on-line de educação continuada a docentes, coach, palestrante.

Idealizadora e diretora dos sites: www.projetospedagogicosdinamicos.com e www.cursosppd.com.br

www.patyfonte.com.br - Twitter: @PatyFonte 

Contrate a Profª Paty Fonte para palestrar na sua instituição - clique aqui!

 

 

 

 

 

blog comments powered by Disqus